E eu me faço de mulher, digo ser forte e aguentar, e falo em amar como quem fala de novela

294582_274882419195603_100000215410517_1394909_840348_n

Falo em esquecer, em desistir de você, falo muita coisa. E você só escuta, em silêncio, o mais auto e doloroso silêncio. Mas sei que ficas em silêncio pois sabe quem sou, e sabe que falo demais, e me pega no colo como quem pega uma criança toda chorosa. Então continuo com a cara fechada fingindo estar firme  você me abraça e nada diz. Tento me livrar de suas mãos,  e tu me aperta mais forte e diz bem baixinho, quase num leve sussurro “Eu Te Amo”. Me desfaço toda, me desarmo e já não finjo mais, agora sou apenas uma criança sendo amparada, em meio de litros de lágrimas, te abraçando e te beijando. E tu sorrindo como quem já tivesse visto este filme várias vezes. Engraçado como já sabias exatamente o que fazer, talvez seja por isso que te ame.

Tatiane Alves.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s