(se)não há um hoje, (não) haverá de certeza um amanhã

estou com o medo a flor da pele,
é um medo tão constante como esta folha de papel
e se for isto? e se ele tiver mesmo razão?
e se o nosso amor acabar ou fique a deriva no mar
tal como no principio, meio e fim desta canção?

já pensas-te? já reflectis-te? já imaginas-te?
eu quero-te a ti, quero o teu toque,
quero a tua caricia,
quero o teu beijo e sentir aquele choque

mas algo ta a falhar
por mais que te queira a dar a mão
e te diga que és o meu ar
a verdade é que não é teu o meu coração

existe 95% ocupado por saudade
por falta de sinceridade
por ambas as metades
e assim acaba esta parte

queria recomeçar outra
mas não há por onde andar
o caminho são vidros partidos
sobre a luz do luar

então vamos deixar para depois,
para quando houver tempo para dois
agora tenho que ficar a sós
por isso esquece, já passou, já acabou, já foi

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s